quarta-feira, 27 de maio de 2009

Governo dá louvor ao Antunes

E quem é o Antunes? - perguntais Vós, acrescentando à questão uma outra: E que fez ele para ser louvado? As respostas são simples.
Estarão recordados, por certo, de um célebre erro informático que fez desaparecer 15 mil desempregados da lista.
Pois bem, o Governo finalmente encontrou o responsável e, embora se diga que a situação está resolvida e o caso já tenha caído no esquecimento, a villa soube, de fonte segura, que Sócrates se mostrou encantado com o Antunes, um mero auxiliar de limpeza que, por sentir uma curiosidade quase infantil por programas informáticos, decidiu ligar um no edifício da Segurança Social onde limpava o pó das secretárias dos dirigentes e, seleccionando 15 mil pessoas ao calhas de uma lista que lhe apareceu no ecrã, resolveu carregar na tecla delete só para ver o que acontecia.
Depois de se ter apurado que só poderia ter sido o Antunes, e deste ter confessado o sucedido, surgiram instruções imediatas no sentido de ser levado à presença do Senhor Primeiro-Ministro que o recebeu com honras de Chefe de Estado e, no banquete que se seguiu, lhe fez um público louvor por, ainda que por instantes, lhe ter diminuído um dos graves problemas sociais que o seu Governo tem entre mãos.
A dada altura, quando ninguém reparava, José Sócrates terá mesmo encostado a sua boca ao ouvido do Antunes, segredando-lhe que pretendia contratá-lo para fazer o tratamento informático dos resultados das legislativas, com a única condição de utilizar o mesmo sistema na contagem dos votos em relação a todos os partidos, com excepção do PS.
Hic Hic Hurra

2 comentários:

vitalino moireira disse...

Graças ao inefável Antunes, o Zezito conseguiu transformar uma incómoda vasilha de leite GORDO noutra "delete" magro...

Ze_Cuscopos disse...

Caro vitalino moireira (é cada nome, que só visto!!!),

Para grande DELETE meu, que também gosto muito de utilizar o sotaque açoriano quando escrevo!

Comentários destes dão-nos um prazer tão grande, que se o escrevermos ninguém acredita...

Mas é a mais pura e vitalina, perdão, cristalina das verdades!!!

Hic Hic Hurra