quinta-feira, 27 de agosto de 2009

Moita Flores atribui, em nome da Câmara Municipal de Santarém, uma medalha de ouro a Sócrates

"Se tu me dás um Convento eu dar-te-ei uma medalha", lá terá pensado para com os seus botões o Presidente da Câmara Municipal daquela simpática localidade ribatejana.
Se assim pensou, melhor o fez, pois esta semana distinguiu José Sócrates com aquilo que os nossos atletas (tirando Nélson Évora e muitos dos atletas paraolímpicos) apenas recebem em sonhos.
Quando tomou conhecimento da notícia, a villa ainda pensou que a distinção se tivesse ficado a dever à prática de jogging, modalidade que é muito do agrado do nosso Primeiro-Ministro e lhe permite manter a boa forma política, evitando com rapidez as questões mais delicadas que, por vezes, lhe são colocadas.
Mas não, tudo se ficou a dever a uma retribuição pela compensação que o Governo achou por bem dar a Santarém uma vez que decidiu fazer deslocar o aeroporto da Ota para Alcochete, o que deixou muitos municípios da zona sem... cheta!
José Sócrates, o homenageado, exultou com a distinção e enquanto trincava a medalha para ver se era mesmo feita de ouro afirmou que estava muito agradecido e sublinhou a enorme coragem política do autarca que, numa altura de eleições, se atreveu a agraciá-lo mesmo sabendo que pertencia a um diferente partido político.
Já Moita Flores, por seu turno, mostrou-se entusiasmado com o sucedido e apenas lhe vimos um esgar de menor felicidade no rosto quando lhe perguntámos que medalha poderia ele atribuir caso tivesse de distinguir Manuela Ferreira Leite por um qualquer motivo, tendo esboçado uma resposta murmurada que, ao que nos pareceu, era algo com o seguinte teor: "Medalha de mérito? Eu dava-lhe mas era uma medalha de m..."!
Ah, a política nacional, essa importante actividade profissional tão bonita e transparente!!!
Hic Hic Hurra

8 comentários:

Ticha disse...

Ora se joga à direita e ora se joga à esquerda, se possível ainda se tem o cartão de militante dos dois...

sardão disse...

Parece que o presidente da Câmara das Caldas também tem uma lembrança para o Zezito...

Ze_Cuscopos disse...

Cara vizinha Ticha,

A estes costumo eu chamar Chicos Cortiça (Espertos também dá, mas é mais comum).

Independentemente do curso seguido pela água, eles conseguem sempre aguentar-se flutuando!

Hic Hic Hurra

Ze_Cuscopos disse...

Caro sardão,

E o nosso Primeiro é homem (?) suficiente para se METER ao caminho e PENETRAR no Portugal das Caldas só para ter o PRAZER de SENTIR aquela condecoração no mais RECÔNDITO do seu ser!

NO MEIO de tanta campanha eleitoral, estamos certos que ele arranjaria um BURAQUINHO na agenda para GOZAR o prémio.

Ah, pois é...

Hic Hic Hurra

WhoNose disse...

Infelizmente nos meandros da nossa política, os troca-tintas são mais que as mães!

Inspector Serôdio disse...

Menos o Zé, que não troca tintos por nada!

Ze_Cuscopos disse...

Minha cara WhoNose,

Define "meandros da nossa política".

Melhor ainda, define "nossa política"!

Hic Hic Hurra

Ze_Cuscopos disse...

Meu caro Senhor Inspector,

O meu amigo está deveras espirituoso!

Por falar em espirituosas... tenho aqui umas bebidas que...

Hic Hic Hurra