sexta-feira, 13 de março de 2009

A villa é adepta incondicional da prevenção rodoviária

Mas, nem 8 nem 80!
Ou seja, achamos muito bem que existam avisos luminosos nas estradas mais frequentadas que permitam aos condutores saber que existem perigos na via, de maneira a que possam reduzir a velocidade (ainda que, em Portugal, não existam os chamados "aceleras", nem se tem conhecimento de manobras de arrepiar, tal o civismo e correcção dos condutores lusos) e ficar atentos, mas também pensamos que avisar do acidente com uma antecedência de três mil e oitocentos quilómetros é capaz de ser um tudo ou nada precoce e exagerado.
Dizemos nós...
Hic Hic Hurra

6 comentários:

joao malheiro disse...

Perdão, os 3.800 kms não indicam a distância do local do acidente, mas sim a velocidade a que ia o Maserati de um conhecido jovem madeirense residente em Manchester...

Ana disse...

O que se aprende a navegar por blogues de categoria!
Depois do acidente com o Ferrari, agora prepara-se para estampar um Maserati???

Abençoados pèzinhos.

À vossa!

Red Eagle disse...

Nem nós estamos habituados a informação com tanta antecedência. Ainda nos faz mal e começamos com ideias...

Ze_Cuscopos disse...

Caro joao malheiro,

Ai já existem aviões a jacto da marca Maserati?

E que jovem madeirense residente em Manchester poderia ser aquele a que alude?

Não tenho direito à ajuda do público?

Hic Hic Hurra

Ze_Cuscopos disse...

Cara vizinha Ana,

Desde que os não estampe contra a minha pobre e modesta viatura nem dê cabo da vida de terceiros inocentes, o que ele estampa é lá com ele.

Por falar em estampas, já viram a nova namorada do rapaz?

Hic Hic Hurra

Ze_Cuscopos disse...

Caro Red Eagle,

Se desata a ter ideias num país como este corre o sério risco de se estampar profissionalmente a alta velocidade.

Depois não diga que não o avisámos...

Hic Hic Hurra