sábado, 21 de fevereiro de 2009

No Entroncamento é que sabem

Jaime Silva, o nosso excelso Ministro da Agricultura, do Desenvolvimento Rural e das Pescas, luta contra tudo e contra todos para sustentar que a milenar actividade lusa que tanto possibilitou a sobrevivência daquela classe profissional, quase toda composta por amadores, vulgarmente conhecida como a das agricultores, ainda se encontra pujante e em condições de dar cartas lá fora, ombreando com os produtos dos restantes Estados membros desta Europa que é nossa, mas bastou uma deslocação ao Entroncamento para ficar a saber, realmente, o estado da agricultura em Portugal.
Com efeito, após o seu discurso de incentivo aos agricultores, que estão a ser apoiados pelo seu Ministério, aquele governante foi presenteado com o tubérculo que se mostra, plantado por um agrupamento de jovens lavradores, o qual fizeram acompanhar de um cartão contendo uma singela mensagem.
Nele apenas se encontravam lavradas as seguintes palavras: "Ó Jaime Silva, vai para o ...!"
Podem ser rústicos, mas sabem bem como agradar a um Ministro da Nação, lá isso sabem!
Não são nenhuns batatas!
Hic Hic Hurra

2 comentários:

jójó coelho disse...

Nesta política de combates
Eu grito, espumo e até malho
Lanço ovos e tomates
E mando-os todos pró trabalho.

Augusto SS (Santos Silva)

Ze_Cuscopos disse...

Caro jójó coelho,

Mandar tudo às urtigas
Queria o Silva no Entrocamento
Farto de cenas e intrigas
Não distingue burro de jumento

Mas também não precisa
Basta-lhe saber assinar
E, com pontaria precisa,
Nos agricultores malhar

Se a agricultura mete pena
A pecuária já nem existe
Mais um acto, velha cena
De um conhecido filme triste!

Hic Hic Hurra